Encontro para assessores de Grupos MJD

O Movimento Juvenil Dominicano do Brasil realizará  no dia 01 de maio de 2010 o 1° Encontro Nacional de Assessores para Grupos MJD.

Neste encontro apresentaremos o movimento dentro de seu histórico, pedagogia e jeito de ser. Nele também pretendemos articular as forças das diferentes regiões do Brasil, para que, unidos, possamos caminhar com maior êxito na proposta evangelizadora de S. Domingos de Gusmão.

Contamos com sua participação e oração!

1 de maio de 2010,  sábado, das 8 as 18h no Colégio Santa Catarina de Sena.

R. Manoel da Nóbrega, 307 – metrô Brigadeiro, São Paulo – SP

Atenciosamente,

Leonardo De Laquila
Representante Nacional do MJD – Brasil

Fr. Claudemir Rodrigues, op
Assessor MJD – Brasil

Ir. Josenilde, op
Colaboradora

Materiais para estudo

Oficializado no dia de N.Sa. de Guadalupe, 12 de dezembro de 2009, na Capela do Colégio Santa Catarina de Sena em São Paulo, o Movimento Juvenil Dominicano do Brasil é um dos ramos da família Dominicana. Sob os cuidados da Ordem dos Pregadores, o MJD Brasil é um grupo formado por jovens leigos que, conhecendo o carisma de São Domingos, vivenciam essa espiritualidade.

Mas, na prática, o que isso significa?

Para explicar essa proposição devemos nos aprofundar no carisma Dominicano, juntamente com o seu tipo de contemplação.

O carisma de uma pessoa está ligado à sua forma de ser e agir. Quando falamos do carisma Dominicano estamos nos referindo à forma de ser e agir de São Domingos de Gusmão que, acima de tudo, destinou a sua vida à pregação do Evangelho e à transformação da realidade de sua época por amor à figura e ao exemplo de Jesus Cristo.

O grande Doutor da Igreja, o Dominicano S. Tomás de Aquino, traduz esse movimento de Domingos com a frase “contemplare et contemplata aliis tradere” (contemplar e levar ao outro o fruto da contemplação). São Domingos contemplava a mensagem do Cristo contida nos Evangelhos, observava o mundo à sua volta, e impulsionado pela mensagem evangélica, levava aos necessitados o fruto de sua contemplação.

Sua pregação se dava primeiro através do exemplo de vida: rico que era, despojou-se para que, assumindo a pobreza evangélica, alcançasse a coerência necessária para só assim poder pregar a boa nova e edificar o homem e a mulher em sua Humanidade. Domingos sabia que, antes de tudo, o Evangelho deveria ser compreendido e vivenciado em sua essência, e por isso a a espiritualidade Dominicana é, sem dúvida alguma, uma espiritualidade Cristocêntrica.

Dominicanos: nosso claustro é o mundo!

Assim como o próprio Cristo, devemos estar no mundo, inseridos nas diferentes realidades que nele subsistem para, como apóstolos, sermos sal e luz, transformando o Deus invisível no Deus visível através de nossos atos.

Vamos ao mundo como resposta à experiência de um Deus que se comunica de diferentes formas, basta sabermos ouvir a sua voz. Esse ouvir acontece dentro de um processo de aproximação. S. Tomás diz “Quanto mais vou ao encontro de mim mesmo mais descubro em mim um outro que não sou eu, mas o fundamento do meu existir“.

Deus também está em mim, e o reconheço quando me descubro. Para melhor servir a Deus devemos, de forma particular, descobrir nosso carisma e vocação, pois é aí que reside a parte que em nós está mais próxima do Uno. Ao nos realizarmos vocacionalmente, colocamos à tona o próprio desígnio de Deus para nós. Dessa forma, como Cristãos e Dominicanos, devemos fomentar o autoconhecimento para que, descobrindo o que há de melhor em nós mesmos, possamos dar ao outro o que há de mais elevado em nosso ser. Esse caminho de autoconhecimento se dá em duas esferas: no confronto diário com o outro, e na observação constante do eu.

O Homem é um ser social que precisa ser ensinado. Desde que nascemos, estamos em contato com o outro e é através do embate com o meio que nos formamos social e intelectualmente, adquirindo padrões de conduta. A observação do eu é sumamente necessária para a construção da singularidade pessoal, já que é no conhecimento de como me porto junto aos estímulos do meio – não permitindo que os sentimentos passem despercebidos – que vou construindo e descobrindo quem sou essencialmente. Através do convívio social, nos conflitos e superações do dia a dia, é que exercito e forjo o meu caráter.

Em meio a esses princípios, seguindo as tradições da Ordem dos Pregadores, é que a Juventude Dominicana elabora suas atividades: a descoberta do outro e do eu para formarmos Homens mais sensíveis não só ao mundo, mas também aos desígnios de Deus. Essas descobertas nos levam à experiência do próprio Cristo, que ao mesmo tempo em que estava agindo intensamente no mundo, se retirava para um diálogo profundo com seu Pai.

E como isso se torna possível em nossas atividades?

Nossa espiritualidade está alicerçada em um tripé formado pela prática da ORAÇÃO, do ESTUDO e da VIDA COMUNITÁRIA, que tem por finalidade o AGIR (pregar) de forma engajada no mundo.

ORAÇÃO

Devemos orar para construirmos uma terna relação de proximidade com Deus e, dentro dessa relação de profunda cumplicidade, receber forças para continuarmos no árduo e delicioso trabalho a Seu serviço. Nossa Oração, de estilo contemplativo, nos leva à reflexão dos problemas do Eu e do Mundo, contemplando o todo à luz da proposta Evangélica, para então, sensíveis à realidade do mundo, nos tornarmos sal e luz onde for necessário.

ESTUDO

No estudo, encontramos as respostas de nossos questionamentos e o suporte para as dificuldades diárias. Direcionado para as diferentes realidades e faixas etárias, e sem menosprezar a capacidade intelectual do jovem, o estudo deve seguir uma pedagogia Histórico-Crítica, buscando atingir gradativamente a essência dos problemas e, pelo debate e reflexão, alcançarmos, sempre que possível, soluções concretas para, se preciso, interferirmos positivamente na realidade.

VIDA COMUNITÁRIA

A vida comunitária é o local onde nos descobrimos e crescemos como seres sociais. Um espaço para convivência, aprendizado, partilha e, acima de tudo, nos educarmos para a singularidade e o respeito às diferenças. Dentro da proposta Evangélica de partilha, a vida em comunidade nos leva a sair do individualismo para a descoberta do outro, e assim promovermos o exercício da fraternidade.

Pela prática nos tornamos virtuosos, por isso a ação é a finalidade para a qual pende nossos esforços, pois “uma fé sem obras é uma fé morta” (Tiago 2, 14 – 22).

Ir ao mundo para que possamos conhecer as diferentes realidades que nele subsistem. Observar a riqueza das diferentes culturas para nos potencializarmos e nos questionarmos sobre o papel que desempenhamos na sociedade, e verificarmos se essa é, de fato, a sociedade que queremos. Isso porque reconhecemos o amor de Deus em nossas vidas e entendemos que o amor a Ele se dá na relação com o próximo.

Não queremos ficar de braços cruzados, pois sabemos que juntos podemos mudar a realidade!

Identidade MJD Brasil

A pregação deve alcançar toda a humanidade e, para isso, devemos ter múltiplas formas de pregar. Cada um de nós tem características pessoais que nos levam a ter mais facilidade em áreas específicas, e isso deve ser levado em consideração para que possamos atingir melhor os objetivos da pregação.

A dançarina prega melhor dançando, o economista prega melhor pelos fazendo cálculos e projeções, o poeta através da poesia… e assim por diante, cada qual segundo o seu carisma e vocação.

A Ordem dos Pregadores incorpora as diversas formas de pregar para podermos levar a palavra do Cristo a todas as culturas e classes sociais, e é isso que o logotipo do MJD Brasil quer mostrar.

A finalidade da existência da Ordem dos Pregadores é a própria pregação, daí o escrito PRAEDICATOR (pregador, em latim), e OP porque somos parte da Ordem dos Pregadores:

Sobre os objetos, todos eles são pregadores, cada qual a sua maneira.

A agulha representa a pregação minuciosa, com ARTE

O pregador representa a PRATICIDADE, as pequenas pregações do dia a dia

O prego representa aqueles que pregam com firmeza, com insistência

O clipe representa a pregação ERUDITA, teórica

Todos são pregadores, cada um à sua maneira, vocação e carisma:

Paz e bem!
MJD BR – Movimento Juvenil Dominicano do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s