Caminhada Orante em Porto Nacional, Tocantins

MJD de Porto Nacional realiza sua primeira Caminhada Orante

“O outro é quem nos caminha” (Célio Pedreira)

A nossa Caminhada Orante da cidade de Natividade – TO rumo ao Santuário do Bonfim, foi uma experiência magnífica, creio que não apenas para mim, mas com certeza para os demais dezessete jovens.

A nossa jornada teve inicio quando saímos de van da nossa cidade, Porto Nacional – TO, às 13h35 do sábado (03/09) e fomos para Natividade – uma viagem de aproximadamente duas horas e meia de duração. Chegamos lá e fizemos uma parada para o lanche. Quando o relógio marcou 16h45 fizemos a oração e iniciamos a nossa caminhada rumo ao Santuário. Todos estavam super animados. Eu, a princípio, tive um diálogo com Deus e ofereci aquele momento em suas mãos e que Ele nos desse disposição e espírito de oração e equipe, já que 23 Km nos aguardavam. Meu primeiro terço conclui em silêncio. Durante o trajeto tive a oportunidade de conhecer um pouco mais de outras pessoas – uma vez que estavam ali reunidos dois grupos do movimento – e apreciar a natureza que dava um show de encanto com o pôr-do-sol e uma bela vegetação em torno de um grande morro.

Nesse longo percurso, era inevitável o cansaço, porém mesmo assim mantivemos o ritmo. Rezamos e louvamos juntos. A turma transpareceu muita garra e principalmente união. Isso sem dúvida alguma era a prova de que a fé em Jesus Cristo – nosso Senhor do Bonfim – era tamanha.

Após 17 km percorridos, senti que minha perna esquerda doía bastante, pensava em desistir e concluir o trajeto no carro de apoio. No entanto, várias pessoas cantavam e dentre elas encontrei um ombro amigo que me deu forças para continuar, o Walmir, que sempre me animava afirmando que faltava pouco. Isso muito me ajudou, além de sempre lembrar que aquele esforço era um sacrifício perfeito de meu amor a Deus.

Finalizamos o nosso percurso às 21h30. Ao chegarmos no Santuário, corri para abraçar minha mãe que nos esperava, juntamente com o Padre Joatan Bispo, responsável pelo Santuário e demais pessoas. Entrei na igreja e me deparei com a imagem do Senhor do Bonfim. Naquele instante uma paz interior muito forte se apossou de mim.

No dia seguinte todos os jovens partilharam sobre o significado da caminhada para si. Belos comentários foram feitos, inclusive um que dizia que “A fé é capaz de mover montanhas e por causa dela conseguimos alcançar o nosso objetivo”, Salomão Castro. “Quando chegamos não senti cansaço, apenas me senti feliz”, Alan Jorge. “Todas as minhas dores passaram. Simplesmente adorei o Senhor Jesus”, Giovana Fleury.

Não consigo achar palavras que descrevam a beleza do momento que vivemos. Foi muito bom conviver com todos, sentir a verdadeira presença de Deus em nosso meio, a força e a unidade do nosso grupo.

Na volta para casa, o Pe. Joatan Bispo, que nos acolheu muito bem, nos deu a bênção para que tivéssemos uma ótima viagem. Ele nos disse algo que marcou muito: “Que vocês, jovens, conservem o amor de Deus no caminho, na verdade e na vida”. Espero que realmente o amor faça de nós grandes pessoas, grandes pregadores, já que somos o futuro da humanidade!

Aproveitamos para agradecer a todos aqueles que colaboraram com a nossa caminhada, material e principalmente espiritualmente.

Luciana de Castro Nascimento, 17 anos.
MJD – Porto Nacional

Veja algumas fotos da Caminhada:

Paz e bem!
MJD BR – Movimento Juvenil Dominicano do Brasil

Anúncios

Depoimento sobre o Encontro MJD – Região Sudeste

A ida para Limeira foi muito boa, pois lá conseguimos perceber e refletir sobre várias coisas. Lemos um texto do Pequeno Príncipe que falava sobre cativar. Isso nos fez perceber que é o que está faltando nas relações entre as pessoas, que a maioria está interessada somente em chamar a atenção, e não em criar laços, como no texto.

Também tivemos uma conversa que dizia que devemos “ser para si, para o outro e para Deus”, que também nos fez refletir sobre como aplicamos isso em nossas vidas.

Conhecemos a Bandeira do Mundo e a Bandeira de Deus. A Bandeira do Mundo está diretamente relacionada com o consumismo exagerado e a mídia sensacionalista; é mais atrativa para o homem que acredita que obterá a felicidade somente se obter bens materiais. A Bandeira de Deus é muito mais simples e está relacionada com o amor, é nela que obtemos a plena felicidade, porém é menos atrativa aos olhos dos homens.

Tivemos a oportunidade de rever vários conceitos, e sentimos que nos transformamos muito, para melhor.

Mariana Souza Bevilacqua
2° Colegial – Col. Sta. Catarina de Sena

Encontro MJD – Região Sudeste

Nos dias 02,03 e 04 de setembro de 2011 nos encontramos no Col. S. José de Limeira.

Estávamos em 40 jovens de 3 grupos pertencentes a S. Paulo e 1 de Borda da Mata – MG.

Refletimos sobre a necessidade da relação com o “outro” para encontrar a “si mesmo” e a Deus.

Agradecemos a colaboração e empenho de todos!

Paz e bem!
MJD BR – Movimento Juvenil Dominicano do Brasil