7 de novembro: Dia da Família Dominicana

O Mestre da Ordem nos convida a imaginar novas maneiras de colaboração e participação.

Ante a iminência do Dia da Família Dominicana, em 7 de novembro, festa de todos os santos da Ordem, o Mestre Geral, Frei Bruno Cadoré OP, convida a celebrar a alegria compartilhada e a criarmos juntos e imaginar novas maneiras de colaboração e de participação nesta ‘família’ cuja “esperança é sermos irmãos e irmãs através do anúncio do Evangelho como boa nova para nosso mundo. Em um editorial publicado no site da Ordem www.op.org, Frei Bruno sublinha que “a comunhão em uma mesma missão é o que nos alegra quando falamos de ‘família dominicana’”. “Essa mesma comunhão na missão está selada por nossa esperança de que o anúncio do Evangelho é o caminho por meio do qual queremos acolher e responder à promessa da santidade”, determinou. O Mestre da Ordem assegurou que “a família dominicana não é primordialmente um assunto de definições, mas que se constrói à medida em que aprendemos juntos a viver a alegria de levar o Evangelho ao mundo, por meio da contemplação e da pregação, através de obras ou de presença mais discreta, com a convicção de que o mundo é capaz de demonstrar bondade e de que se pode construir para Deus”. “A família dominicana se constrói à medida em que reconhecendo mutuamente os carismas de cada um, queremos anunciar juntos o Evangelho mediante o signo da fraternidade”, destaca.

Dia da Família Dominicana

Frei Bruno Cadoré, O.P.
Mestre da Ordem

O Capítulo Geral de Providencia convidou todos os frades a celebrarem anualmente o dia da Família Dominicana, sugerindo como data o dia 7 de novembro, festa de todos os santos da Ordem (n° 429).

No dia 7 de novembro celebramos todos os santos e santas da Ordem. É claro que há muitos santos e santas que conhecemos bem e que têm seu dia próprio em nosso calendário litúrgico. Mas, neste dia de “todos os santos”, celebramos também a memória de todos aqueles, conhecidos ou desconhecidos, que ao longo dos séculos optaram e viveram plenamente pelo anúncio do Evangelho como seu caminho de santificação. Elas e eles fazem dessa multidão de irmãs e irmãos que Domingos via com alegria reunidos em torno da Mãe de Deus.

A comunhão em uma mesma missão é o que nos alegra quando falamos de “família dominicana”. Essa mesma comunhão na missão está selada por nossa esperança compartida de que o anúncio do Evangelho é o caminho por meio do qual queremos acolher e responder à promessa de santidade. Nossa comunhão se traduz em diversas iniciativas de colaboração, assim como em obras e projetos dirigidos conjuntamente. Durante meu primeiro ano de “peregrinação pela Ordem” (como bem dizia Timothy Radcliffe), tenho sentido a alegria de ver esta comunhão transformada em realidade em muitos lugares e de admirar a família dominicana em ação.

Que alegria imensa encontrar as monjas, frades, irmãs e leigos compartindo o gozo de pregar o encontro com Cristo, de viver a fraternidade, de fazer ressoar a Palavra da Vida, de semear esperança no coração do mundo! Sim, a família dominicana não é primordialmente um assunto de definições, mas que se constrói na medida em que aprendemos juntos a viver a alegria de levar o Evangelho ao mundo, por meio da contemplação e da pregação, através de obras ou de presenças mais discretas, por meio da convicção de que o mundo é capaz de atos de bondade e de que se pode construir para Deus. A família dominicana se constrói na medida em que reconhecendo mutuamente os carismas de cada um, queremos anunciar juntos o Evangelho mediante o signo da fraternidade.

Neste dia anual da Família Dominicana estamos convidados a celebrar a alegria que compartilhamos. Estou certo de que já há diversas iniciativas em muitos lugares da Ordem. Agora que se aproxima o Jubileu da Ordem, a organização desta Jornada em todo o mundo, pode ser uma ótima preparação para o ano 2016, que será para todos uma oportunidade de voltar de novo às fontes de nossa missão comum. É também um dia para convidar todos aqueles que de tantas maneiras querem se consagrar a esta missão. É um dia para criarmos juntos e para imaginarmos novas maneiras de colaboração, novas maneiras de participar nesta família cuja esperança é de sermos irmãos e irmãs através do anúncio do Evangelho como boa nova para nosso mundo.

Paz e bem!
MJD BR – Movimento Juvenil Dominicano do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s