Encontro com a Comissão Dominicana de Justiça e Paz

Nos dias 12 e 13 de novembro, o Movimento Juvenil Dominicano do Brasil se fez presente no encontro da Comissão Dominicana de Justiça e Paz que se deu em Goiânia – GO.

Estavam lá o primeiro ministro Léo, o pessoal da comunicação Osvaldo e Alface e a coordenadora da região Norte, a Lu, juntamente com os assessores Claudemir e Danize. Neste encontro o Movimento lançou o projeto de voluntariado permanente, explicado em mais detalhes no fim desse texto, onde Jovens MJD poderão “estagiar” como voluntários em diversas regiões sobre a tutela da Ordem dos Pregadores.

Muitas religiosas e Frades já despertaram interesse no Projeto e abriram as portas de seus conventos. Entre tantos, cito o caso de Goiás Velho onde trabalha Fr. Mingas, o Haiti – sobre os cuidados da Ir. Tina que é responsável pelo voluntariado dominicano daquele país, Araguaina – TO com Fr. Xavier e a já visitada CPT – Xinguara com Aninha, Fr Henry e Juninho Play.

Fora isso, devemos destacar a convivência com pessoas tão maravilhosas, santos (as) vivos (as) como Jean, Henry, Xavier, Di jé, Mingas, Aninha, Marilande, Danize, fr. Marcos Belei, Ir. Valéria… que muito nos iluminaram com sua presença.

Amamos muito tudo isso.

MJD Brasil
Projeto de voluntariado permanente

Justificativa
Para responder às necessidades de uma formação mais abrangente dos integrantes do Movimento Juvenil Dominicano, o Projeto de Voluntariado Permanente é um canal que fomentará no jovem não só um olhar mais crítico da realidade, mas também uma melhor compreensão da mensagem Evangélica de Jesus Cristo. “Todo Cristão é essencialmente missionário”, como nos diz a Lineamenta do Sínodo 2012 sobre a Nova Evangelização.

Objetivos gerais
E
ste projeto visa fundar uma parceria entre a Comissão Dominicana de Justiça e Paz e o Movimento Juvenil Dominicano – BR para, a partir daí, desenvolver um trabalho de voluntariado junto às comunidades atendidas direta ou indiretamente pela comissão, abrindo assim pontos permanentes de missão para os integrantes do movimento.

Objetivos específicos

· Trabalhar em conjunto com as comunidades de voluntariado;
· Colaborar com a missão da Ordem dos Pregadores;
· Formar agentes transformadores da realidade;
· Abrir um campo para a formação missionária no Movimento Juvenil Dominicano;
· Trabalhar em conjunto com a Comissão Dominicana de Justiça e Paz;
· Dar ao Jovem Dominicano a possibilidade de fazer uma experiência profunda de inserção em outra cultura e realidade.

Justificativa
Para que esse projeto se realize, serão necessários:

. Uma equipe de captação de recursos;
. Um grupo de formação para a primeira etapa do projeto (Pré-voluntariado);
. Um “tutor” que direcionará o trabalho do voluntário em meio ao seu período de imersão.

Público alvo
Para Jovens do Movimento Juvenil Dominicano que sejam maiores de idade e que tenham um mínimo de experiência de 2 anos de atividade no movimento. Poderão participar menores de idade, desde que autorizados pelos pais e acompanhados por membros do movimento que sejam maiores de 18 anos.

Plano de ação
Para que o objetivo do projeto seja concretizado, ele deverá conter 3 etapas.

Pré-Voluntariado:
Fase de preparação do jovem em que ele estudará missiologia, aspectos da comunidade onde será voluntário e o trabalho que realizará na comunidade ou região.

Voluntariado:
Dirigido por um “tutor”, o jovem realizará um trabalho de acordo com o período a que se propôs a voluntariar (mínimo de 15 dias).

Pós-Voluntariado:
Produção de material de divulgação do trabalho realizado, como artigo com fotos ou documentário (prazo máximo de um mês após o voluntariado, podendo ser estendido de acordo com a documentação que será apresentada).

Cabe ao Movimento Juvenil Dominicano:
Selecionar e dar formação adequada àquele que fará voluntariado bem como captar recursos para subsidiar as passagens e zelar pela qualidade do projeto.

Cabe à Comissão Dominicana de Justiça e Paz:
Organizar o local para o voluntariado juntamente com a estadia e alimentação dos voluntários, assim como nomear um “tutor” para os trabalhos.

Cabe aos voluntários:

. Empenhar-se no seu processo de formação;
· Zelar por suas atitudes no período de voluntariado, buscando corresponder às expectativas das partes envolvidas;
· Produzir um material para divulgação do que foi realizado no período de voluntariado;
· Comprometer-se com o Movimento Juvenil Dominicano na formação dos próximos voluntários.

Paz e bem!
MJD BR – Movimento Juvenil Dominicano do Brasil

Anúncios

2 pensamentos sobre “Encontro com a Comissão Dominicana de Justiça e Paz

  1. ‎"Quando o Senhor nos chamou, deixou claro que havia algo importante a ser feito, que alguma coisa de infinito foi confiado à nossa ternura, em vista de uma criação nova."Falou-se muito no MJD nesse encontro, o NOVO. Coragem e Paz a todos ! Contem sempre.IRMÃ DANIZE

  2. Pingback: 23º Encontro anual da Comissão Dominicana de Justiça e Paz do Brasil « MJD Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s