Diário de bordo – II Encontro Nacional MJD Brasil

Dia 28/04/12

Por conta das longas viagens – a maioria durante a madrugada – muitos dos participantes dos encontros estavam um pouco cansados e sonolentos ao levantarem – os que conseguiram levantar de primeira. Mesmo assim todos estavam dispostos a passar este feriado ao bom estilo dominicano: rezando, estudando e participando da vida comunitária. Participaram jovens de Porto Nacional (TO); Curitiba e Faxinal (PR); São Paulo, Santa Cruz do Rio Pardo, Limeira (SP); e de Uberaba (MG).

O encontro começou com a oração matinal, que foi conduzida pelo pessoal do movimento de Porto Nacional – TO: Ir. Danize, Luana e Giovanna. Rezamos o Cristo que nos precede e nos anima. Frei Claudemir e Ir. Irismar nos deram valiosos testemunhos no momento da partilha.

O próximo passo da manhã foi apresentar rapidamente o movimento, e Bruno Alface apresentou a idéia do tema do encontro “Juventude Dominicana no Mundo: Ser o todo em tudo”. A reflexão sobre o tema foi bem legal, pois foram levantados pontos essenciais, como o modo em que podemos ter uma vida integral em todos os momentos, ou seja, em como ser juventude dominicana na vida, e não separá-la em blocos.

Para acabar este bloco antes de um cafezinho (que por sinal estava ótimo) foi apresentado o movimento no Brasil e algumas pessoas que animam a juventude para a missão no mundo, entre elas a Ir. Valéria, Frei Xavier, Frei Henry e Frei Marcos Belei, que também esteve presente no encontro. Todos os participantes ganharam uma caneca feita de fibra de coco, personalizada com o símbolo do movimento, para não usarmos mais copos descartáveis nas viagens e encontros, e também uma eco-bag, para carregarmos nossos materiais.

Em seguida o pessoal de Curitiba coordenou e animou uma dinâmica de integração dos grupos, para que todos pudessem se conhecer e compartilhar idéias e expectativas sobre o movimento. A organização da casa também contou com a participação de todos. Os participantes foram separados em grupos de trabalho, que ajudaram em tarefas como lavar louça e cuidar da limpeza.

No último momento da manhã desse primeiro dia houve a apresentação dos grupos e das atividades que cada um vem realizando em suas comunidades ao longo de suas experiências. Foi um momento muito interessante, construtivo e divertido, pois todos os grupos do MJD tiveram a oportunidade de conhecer a riqueza do movimento e fazer o intercâmbio de experiências que dão certo em diferentes lugares do Brasil.

Fomos para o almoço, que estava uma delícia (aliás, todas as refeições foram deliciosas), preparado pela Ir. Fátima, cozinheiras que ajudaram no Encontro e Ir. Angêla, que ajudava por lá também. O pessoal de Santa Cruz do Rio Pardo fez uma campanha de arrecadação dos alimentos para o Encontro, e conseguiram tudo, desde o pãozinho do café até o sorvete da sobremesa, o que tornou a participação no encontro muito mais acessível a todos. Fica aqui nosso agradecimento geral ao pessoal que bolou a campanha e a todos que colaboraram com a doação dos alimentos.

Na parte da tarde, o encontro orbitou sobre a ordem, o carisma Dominicano e das congregações femininas (de Catarina de Sena, de Monteils e Emeldinas, que também estiveram presentes no encontro), e de como pessoas se apaixonaram por este carisma que tem toda a sua formulação no exemplo de Cristo. Foi um momento muito denso e profundo, com partilhas e apresentação aos grupos sobre o que nos une neste rico carisma. Frei Claudemir fechou este dia falando sobre nossa pertença na Ordem dos Pregadores.

Ao anoitecer fomos acolhidos na Igreja Matriz São Sebastião, para uma celebração com toda a comunidade de Santa Cruz do Rio Pardo, presidida pelo Frei Bruno Miranda, e como co-celebrante, Frei Claudemir. Após o jantar, saímos para procurar um sorvetinho na cidade, num momento de confraternização.

Dia 29/04/2012

Para que nossos trabalhos pudessem caminhar sempre à luz do Evangelho, começamos o dia com a oração matinal, conduzida pela Ir. Karina, de Limeira. O dia nos prometia um aprofundamento ao tema do encontro.

Léo e Mari, de São Paulo, conduziram uma dinâmica sobre o “dar sabor”. As pessoas foram convidadas a sentir o sabor de vários alimentos, e em seguida refletir, enquanto Movimento Juvenil Dominicano, sobre qual sabor dar ao mundo. Logo após, Frei Claudemir fez uma explanação sobre humanidade, santidade e a relação disso tudo com São Domingos e a Ordem.

Para fechar a manhã, todos foram convidados a fazer um momento de oração pessoal sobre o evangelho de Mateus: “Vocês são o sal da terra”, e antes do almoço todos partilharam suas orações, expressando o que sentiram.

Na parte da tarde, houve uma dinâmica corporal para reflexão sobre os frutos do Amor de Deus – entre eles, nós mesmos. Dando continuidade, começamos a discutir como podemos atuar da melhor e de uma autêntica forma no principal carisma da Ordem: a pregação. Cada um tem seu jeito de pregar (como está descrito no símbolo do movimento) e todos foram convidados a expressar isso nas eco-bags que ganharam, pintando o pregador (praticidade e versatilidade), o prego (força e firmeza), o clips (erudição) ou a agulha (arte e beleza). Os grupos de Limeira e de Faxinal, por conta do transporte, tiveram que ir embora, mas ficaram conosco em oração.

Ao final do dia, discutimos sobre nossa atuação no mundo, com foco na justiça social e nos direitos humanos, conduzida por Bruno Alface. A discussão rendeu muito, assistimos a um vídeo bem legal da ONU. Frei Bruno Moreira falou um pouco sobre os luzeiros da ordem que lutam, até mesmo com a vida, pela justiça e pela paz.

Em seguida, fomos para uma celebração muito legal, muito mística e muito bela, preparada pelo Frei Claudemir e pelas irmãs presentes. A renovação e o envio foram o tema central da celebração. Tivemos a presença de Frei Marcos Belei neste momento, ajudando na oração e nos cantos.

A noite, para a confraternização, foi improvisado um forrozão com Frei Claudemir e Ir. Danize como DJ´s, ou seja, foi um forró santo. Foi muito divertido 🙂

Dia 30/04/2012

No último dia, fizemos a oração matinal (conduzida por Frei Bruno e Frei Alexandre) e partimos para a assembleia, afinal, precisávamos dar encaminhamentos aos frutos do encontro para dar passos com o movimento. Em um momento, dividimos entre grupos de colégio e grupos de paróquia para trabalhar melhor nestas duas esferas.

O encontro, então, chegou ao fim, e almoçamos fraternalmente, arrumamos a casa e fomos para a sessão de fotografias, abraços e despedidas, tendo a certeza de que o encontro foi muito bom e reforçou a unidade do movimento, com a missão cumprida proposta pelo tema do encontro, “ser o todo em tudo”.

Paz e bem, e até a próxima!
MJD BR – Movimento Juvenil Dominicano do Brasil

Anúncios

5 pensamentos sobre “Diário de bordo – II Encontro Nacional MJD Brasil

  1. Queridos irmãos do Movimento Juvenil Dominicano,

    Quero expressar a minha alegria de ter estado junto a vocês e de poder conhecer os outros membros do movimento. Nesse encontro nacional do MJD, ficou muito claro, pelo menos para mim, que a juventude não está dormindo, mas sim, está muito atenta para ouvir a Deus que nos fala através dos mínimos detalhes de nosso cotidiano. Creio que o encontro nacional serviu para nos ajudar a repensar várias coisas relacionadas à nossa maneira de ser; afinal, como ser o todo em tudo? Sem dúvida, isso não é nada fácil, principalmente porque vivemos num mundo onde recebemos muitas informações, e não estamos conseguindo lidar com todas elas. No mundo virtual há um imediatismo muito grande que influi em nossa vida, e se não tomarmos cuidado, corremos o risco de ficarmos presos num mundo imaginário. Por isso, é louvável a iniciativa dos diversos grupos de jovens que buscam se reunirem, pois não existe comunidade sem relação; como disse o filósofo e teólogo judeu Martin Buber: “O ser humano torna-se eu no tu”. Então, é nesse contato com o outro que crescemos como pessoa. Assim, devemos buscar o diálogo, e nesse iremos descobrir a grandeza do amor. Enfim, descobrindo o amor estaremos descobrindo a Deus, pois “Deus é amor. E quem permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele” (1Jo 4,16).
    Parabéns a todos que se doaram para a realização desse encontro!

    Fraternalmente,
    Frei Alexandre Francisco de Marchi Silveira, OP

  2. Pingback: MJD Brasil

  3. Pingback: Faça sua inscrição para a Caminhada Orante MJD 2012! « MJD Brasil

  4. Pingback: Caminhada Orante MJD 2012 « Paróquia São Vicente de Paulo

  5. Pingback: #CaminhadaOrante2014 #MJDBR | MJD Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s