Semana São Domingos de Gusmão – Dia 4

Duas das grandes qualidades de São Domingos eram sua capacidade de escutar e a docilidade de sua fala, mesmo nos momentos que ele precisava combater as injustiças. Conta o seu primeiro biógrafo, Beato Jordão da Saxônia, que no ano de 1204, São Domingos acompanhava D. Diego de Acevedo, Bispo de Osma, em uma missão diplomática. O rei de Castilla, Alfonso VIII queria casar seu filho Fernando com uma princesa da Dinamarca e por isso enviou D. Diego e Domingos para intermediar os acertos.

Após passarem por Tolouse (França), fadigados pela viagem, resolveram parar em uma hospedaria, juntamente com toda a comitiva real. Aquela região estava dominada pelos Cátaros (ideologia que distorce a doutrina cristã, principalmente as relacionadas a Importância do Corpo como Objeto do Sagrada, para os Cátaros, o corpo, como toda a matéria, é má e por isso deve ser combatido) e por isso o local despertava uma grande preocupação em todos os viajantes.

Ao entrar na hospedaria, enquanto todos se recolhiam em seus aposentos, Domingos resolve socializar com aqueles que estavam a conversar no hall da estalagem. Eram Cátaros. Domingos se coloca primeiro a ouvir e aos poucos entra na conversa colocando luz as questões defendidas cegamente.

Diziam: O corpo é objeto do diabo, e deve ser destruído para que possamos alcançar o que é Divino.
São Domingos questionava: Vocês acreditam em Jesus Cristo como filho de Deus?
Os Cátaros respondiam: Sim, o verbo encarnado, salvador de toda a humanidade!!!
E Domingos replicava: Diz-me, irmãos, se a carne é tão má e repugnante, por que o Verbo de Deus, Jesus cristo, se fez carne?
O silêncio tomava conta do local e aos poucos todos reviam suas posições crescendo na fé e na Caridade.

Para refletir:

• Sou capaz de ouvir e respeitar o diferente?
• Partilhar.

Para rezar:

Pai Nosso, e

Oração Cardeal Newman

Senhor Jesus, não fiques escondido dentro de mim
Olha pelos meus olhos
Ouve pelos meus ouvidos
Fala pelos meus lábios
Oferece-te através de minhas mãos
Caminha pelos meus pés
Que a minha pobre presença humana faça lembrar, mesmo que de longe, a tua divina presença

Um fraterno abraço,
MJD BR – Movimento Juvenil Dominicano do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s