Caminhada Orante 2012: Natividade – Bonfim (TO)

Já reparou na loucura que fizemos? O quanto isso parece ser ridículo aos nossos olhos humanos? Se liga:

Em vez de ficar no Facebook ou na Beira-Rio se divertindo com os amigos ou até mesmo dormindo em nossas casas, estávamos andando a pé de Natividade ao Bonfim, em uma estrada de barro, sujando nossos tênis, sendo alimento para mosquitos, além de ter que molhar nossos pés em um riacho e depois ficar com chulé terrível… Afinal, o que levaria quase 20 jovens andar 23 km a pé? A resposta é Deus. Ele é o “culpado” por plantar em nossos corações essa vontade de ser diferente aos olhos do mundo. De ser jovens que não se entregam a imoralidade, que buscam rezar o terço e ler a palavra diariamente, que andam 23 km apenas para verem o quanto são fracos e assim poder perceber que sem Deus não são nada. Jovens que buscam ser santos de calça Jeans. A Caminhada Orante é muito útil para nos autoanalisarmos e, como toda experiência com Deus, só depende da abertura do nosso coração. Essa experiência também significou muito pros demais jovens:

“É sempre muito bom estar com meus companheiros de fé. A Caminhada Orante, mais uma vez, veio pra fortalecer certos sentimentos que guardo. As coisas do mundo, a correria do dia-a-dia me distância de Deus. O trajeto que fizemos pela segunda me proporcionou um momento que sempre sinto fortemente a presença de Deus comigo, do meu lado mesmo, no meu próximo. Acho isso lindo. Nessa experiência, diferentemente do ano passado, consegui refletir mais sobre minha vida, nas coisas que estão acontecendo. Às vezes me assusto com as mudanças ocorridas. Tive tempo pra me abrir com Deus e tentar, mesmo que aos poucos, entender seu propósito em minha vida. Isso me fez bem, uma paz que procuro. Enfim, tento contemplar da melhor forma e com a singela graça de Deus levar o fruto do contemplado.” (Luciana Castro)

“A Caminhada Orante me fez refletir muito sobre o silêncio e sobre as feridas! Percebi ainda mais o quanto fazemos orações intensas quando estamos no silêncio, quando fazemos orações dentro de nós… Isso me fez de uma forma, ficar mais próxima de Deus, sentir mais a presença dele. E acredito também que esse silêncio da minha oração me fez esquecer todas as feridas, todas as dores que iam surgindo no decorrer da caminhada. As dores então logo ficavam no silêncio, elas sumiam, e as feridas, todas elas foram de amor.” (Giovanna Araujo)

“A Caminhada Orante foi mais uma vez uma experiência diferente pra mim. Acho que pelo fato de ao longo do tempo eu ter entendido como é o grupo, de eu me sentir parte dele, de Deus se mostrar diferente pra mim, me fazer entender que tudo acontece no tempo d’Ele e que Ele age na nossa vida sempre da melhor forma.” (Nathalia Melo)

“Foi uma experiência sensacional em que compartilhamos nossas dores, sofrimentos com os outros e juntos vencemos o percurso.” (Gabriel Oliveira)

“Para mim foi mais que caminhada e oração: foi uma experiência para a vida.” (Luana Reis)

“O silêncio e a escuridão, permitiu-me conhecer a mim mesma.” (Daniele Pereira)

“A Caminhada Orante foi uma experiência maravilhosa, não apenas um momento de interagir e partilhar oração com os outros jovens, mas também deixou em mim uma lição pra ser praticada não só ali, mas diariamente, em toda a vida. Quando vi que teríamos que atravessar aquele riacho, queria voltar e ir pelo asfalto, mas aí alguém falou: ‘não gente, isso faz parte da caminhada’. Então atravessei, e é como se a água tivesse me fortalecido, até cheguei correndo no Santuário dói Senhor do Bonfim [risos]. E assim, graças a Deus, consegui completar minha caminhada. Fiquei refletindo sobre aquilo e vi que assim é a vida: cheia de obstáculos, dos quais devemos enfrentar com fé para conquistar a vitória.” (Joycielle Rodrigues)

Enfim, após esses relatos belíssimos não poderia deixar de partilhar que para mim também foi uma experiência muito enriquecedora, onde pude perceber o quão pouco eu faço pelos outros, porque quando você anda 5 horas a pé você acaba pensando no tempo e como você usa o seu. Foi aí que descobrir algo que a Beata Madre Teresa de Calcutá já sabia há muito tempo: ‘Não temos tempo para descansar aqui nesta terra, nosso descanso está no céu’, por isso a partir de agora vou lutar por Jesus sem cessar e é claro que isso inclui uma luta comigo mesmo, com meu “velho eu”. É difícil, porém não impossível! Espero que ao término dessa leitura você também tenha esse mesmo propósito.

Bremmer Felicio, 15 anos.

Agradecemos a todos que contribuíram para a realização da Caminhada Orante 2012, em especial aos pais que nos acompanharam e as Irmãs Dominicanas de Monteils do Colégio e do Noviciado.

Nos vemos em 2013, peregrinos!
Jovens Dominicanos, o nosso claustro é o mundo!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Caminhada Orante 2012: Natividade – Bonfim (TO)

  1. Parabéns pela experiência, eu sou Hugo e eu vivo en Miami, Florida nos EUA também tem um grupo de jovens dominicanos. Deus te abençoe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s